Medicina Esportiva: Quando consultar um médico do esporte?

A prática de esportes tem levado cada vez mais profissionais da área da saúde a se especializar no cuidado com esses indivíduos, independentemente da intensidade do exercício a ser realizado por cada um deles. Nutricionistas, fisioterapeutas e psicólogos são alguns desses profissionais que optaram por criar uma área de atuação totalmente dedicada a esses tipos de pacientes – e é claro que a medicina não poderia ficar de fora.
Nesse artigo vamos lhe apresentar a medicina esportiva e explicar quando a consulta com um médico especialista nessa área pode ser essencial para você. Confira!

O que é a medicina esportiva?

medicina esportiva – ou do esporte – é uma das especialidades médicas criadas e reconhecidas pelo Conselho Federal de Medicina no país.
Assim como a ginecologia, a nutrologia e a pediatria, o profissional médico precisa realizar uma pós-graduação ou residência em medicina do esporte para atuar como especialista nesse campo.
O objetivo desse ramo da medicina é tratar problemas de saúde e prevenir questões metabólicas e fisiológicas que podem ser desenvolvidas durante a prática de uma atividade física, em qualquer idade ou intensidade, sempre visando garantir qualidade de vida e segurança para o paciente.
É por esse motivo que o médico do esporte possui conhecimentos de endocrinologia, cardiologia, pneumologia, ortopedia, fisiologia e muitos outros aspectos que podem ser relevantes para os atletas acompanhados.

Médico do esporte: o que ele faz?

O médico do esporte é um profissional que vai acompanhar todos os aspectos metabólicos, físicos e fisiológicos de um paciente que pratica algum tipo de atividade física, seja profissionalmente ou de maneira amadora.
Seu objetivo é verificar, inicialmente, se este indivíduo apresenta condições cardiológicas, ósseas, musculares e até mesmo pneumológicas de realizar uma atividade física, orientando o mesmo sobre a intensidade permitida para a prática e os cuidados que devem ser tomados para garantir sua saúde.
É papel desse profissional também acompanhar a evolução do paciente ao longo do tempo de prática do exercício, avaliando a resposta do organismo ao estímulo e o possível desenvolvimento de questões de saúde que devem ser acompanhadas.
A orientação nutricional e fisiológica também é um dever desse profissional, que pode ter seu trabalho complementado por nutricionistas, psicólogos e fisioterapeutas, quando julgar necessário.

Quando preciso procurar o suporte dessa especialidade?

Todo e qualquer praticante de atividade física, mesmo aquele que é considerado iniciante, pode procurar o suporte de um médico do esporte.
medicina esportiva também pode ajudar a tratar indivíduos comuns, que pretendem iniciar a prática de um exercício físico, independentemente de sua idade, sexo e condições físicas.
Podemos afirmar que esse médico atua como um clínico geral, porém totalmente direcionado e especializado para o lado esportivo da questão.

A visita ao médico do esporte substitui outros profissionais?

É sempre importante reforçar que a visita ao médico do esporte jamais substitui a consulta com outros profissionais, médicos ou não, que auxiliam no controle da saúde desses pacientes.
O suporte de profissionais de cardiologia, nutrologia, clínica, ortopedia, psicologia e muitas outras especialidades é considerado essencial para que o praticante de exercícios físicos – e principalmente os atletas – tenham o melhor desempenho possível nessas atividades, sem prejudicar em nada a sua saúde.
medicina esportiva é uma especialidade muito importante para a manutenção da saúde de praticantes de atividades físicas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?